"NOSSA VISÃO: CONHECER A CRISTO CRUCIIFICADO E TORNÁ-LO CONHECIDO, EM TODO LUGAR, POR MEIO DA GRAÇA."

domingo, 28 de novembro de 2010

SERVINDO NA DEPENDENCIA DO SERVO

O SENHOR Deus diz: “Aqui está o meu servo, a quem eu fortaleço, o meu escolhido, que dá muita alegria ao meu coração. Pus nele o meu Espírito, e ele anunciará a minha vontade a todos os povos. Isaías 42:1(LH).

No que diz respeito ao Seu relacionamento com Deus, o Pai, nosso Senhor Jesus é o Seu único Filho em quem Ele se compraz. Mas, até onde diz respeito ao Seu relacionamento com Deus na obra, Ele é o Servo do Senhor. Portanto, vemos que, no que se refere à vida, Ele é o Filho unigênito de Deus, mas no que se refere à obra, Ele é o Servo do Senhor. Na passagem do livro de Isaías que lemos, diz: “Eis aqui o meu servo”, Deus quer que contemplemos nosso Senhor Jesus como Seu Servo. “Meu servo, a quem sustenho; o meu escolhido, em quem a minha alma se compraz”. Jesus é o Servo do Senhor e Deus deu a Ele o Espírito Santo sem medida. Enquanto Ele estava na terra, não clamou nem gritou, nem fez ouvir a sua voz na praça. Jesus não desanimou nem se quebrou até que tivesse posto na Terra o direito. Irmãos, o profeta maior nos mostra como foi o seu procedimento aqui na Terra. Isaías 52:13 Eis que o meu Servo procederá com prudência; será exaltado e elevado e será mui sublime.

Não foi somente o profeta Isaías que profetizou que nosso Senhor Jesus seria o Servo do Senhor quando Ele viesse a este mundo, mas encontramos a mesma coisa no Novo Testamento. Por exemplo, quando Pedro e João foram usados pelo Senhor para curar um homem coxo de nascença e aquele homem começou a saltar e a louvar o Senhor, uma multidão se ajuntou ao redor deles. Pedro disse: Por que vos maravilhais disto ou por que fitais os olhos em nós como se pelo nosso próprio poder ou piedade o tivéssemos feito andar? O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus de nossos pais, glorificou a seu Servo Jesus, a quem vós traístes e negastes perante Pilatos, quando este havia decidido soltá-lo. Atos 3:12-13.

Através da história humana, Deus tem estado trabalhando firmemente com esse objetivo em restaurar o homem. Ele tem estado trabalhando para achar e salvar o perdido, para trazer o homem de volta, não apenas àquele estado sem pecado, mas, mais ainda, ao estado de santidade. A obra de Deus está centralizada sobre um único propósito e este é trazer o homem de volta ao seu padrão original. E qual é este padrão? De dar ao homem uma perfeita união com o Seu Filho Jesus. Deus quer que o homem seja a noiva de Seu Filho, Sua esposa, não somente um indivíduo, mas um homem como um ser corporativo. Esse é o propósito de Deus e é em direção a esse propósito que Deus tem estado trabalhando firmemente, e nosso Senhor Jesus continua a trabalhar. João 5:17 Mas ele lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.

Quando Jesus estava na Terra, Ele era o Servo de Deus, mas, até onde diz respeito ao nosso relacionamento com Ele, Ele é o nosso mestre. Somos os Seus servos; somos chamados para sermos os Seus servos. Temos consciência de que é Ele quem nos ensina a servir? Se queremos servi-lO, se queremos ser Seus servos, precisamos aprender com Ele o que é realmente servir. Do contrário, seremos como aqueles judeus daquele tempo, dizendo: “Que faremos para realizar as obras de Deus?” Estaremos pensando em muitas obras: Esta boa obra, aquela boa obra, isto é obra de Deus, aquela é obra de Deus, com isso ficaremos cansados e ocupados com todas essas coisas. Nós precisamos entender o que é a obra de Deus e, depois de entender o que é a obra de Deus, então, todas essas obras irão se encaixar, não irão ficar simplesmente espalhadas, isoladas, sem relação uma com a outra: ‘ você está fazendo isto para Deus, e estou fazendo aquilo para Deus’. Não, o que quer que estejamos fazendo, há apenas uma obra e essa obra é trazer o homem a Deus a aperfeiçoá-lo em Jesus Cristo, preparar aquela igreja gloriosa, a noiva do Cordeiro. Esta é a obra. Jesus respondeu e disse-lhes: A obra de Deus é esta: que creiais naquele que ele enviou. João 6:29.

Um discípulo não está acima do seu mestre nem o servo acima do seu senhor. É suficiente que o discípulo seja como o Mestre e que o servo seja como o seu Senhor. Portanto, precisamos conhecer o Senhor Jesus como o Servo do Senhor, porque é Ele quem nos ensina a servir. Jesus disse em Mateus 11:29 Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Quando pensamos em um jugo, pensamos a respeito de um trabalho porque, quando se coloca o jugo sobre um boi, é para lavrar a terra. Ora, há um trabalho a fazer, chamado a obra de Deus, e nosso Senhor Jesus é o Servo do Senhor. Ele colocou o Seu pescoço sob esse jugo e arou o campo, obediente e fiel até o fim. Eu e você somos bois selvagens. Não temos sido quebrantados nem treinados, mas fomos chamados para a obra de Deus. Cada um de nós é chamado para a obra de Deus. Somos chamados para trabalharmos juntos com o Nosso Senhor Jesus, para colocarmos o nosso pescoço sob o mesmo jugo e não para trabalharmos sozinhos. O jugo tem dois arreios; o Senhor está de um lado e nós do outro. Somos colocados no jugo juntos com Ele e essa é a maneira de aprendermos. Do contrário, quando estivermos arando o campo e virmos alguma coisa boa do outro lado, sendo destreinados e indisciplinados, iremos querer ir até lá. Esqueceremos que estamos sob a mão do nosso Mestre e de que há um trabalho a fazer. Mas, nosso Senhor, sendo forte e firme, irá nos puxar de volta e assim começaremos a aprender. Para sermos servos do nosso Senhor Jesus, precisamos ver o Senhor como o Servo do Senhor. Precisamos aprender tudo por meio dEle. Do contrário, estaremos apenas fazendo nosso próprio trabalho para Deus e não fazendo a obra de Deus. Portanto, primeiramente, temos que entender que Deus tem somente uma obra. Cristo está fazendo essa obra e Ele está chamando cada um de nós para compartilharmos com Ele nessa obra. Individualmente, temos que apresentar todo homem perfeito em Cristo. O qual nós anunciamos, advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo; para isso é que eu também me afadigo, esforçando-me o mais possível, segundo a sua eficácia que opera eficientemente em mim. Colossenses 1:28-29.

Paulo disse que se afadigava e esforçava-se para apresentar todo homem perfeito em Cristo. Coletivamente, é para que todos possam crescer à maturidade, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo, para que possamos nos tornar a companheira de vida do nosso Senhor Jesus. Essa é a obra de Deus e estamos todos envolvidos nessa obra. Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor. Efésios 4:15-16. Nós só iremos crescer aprendendo com Ele, porque Jesus está sempre nos ensinando como fazer a obra de Deus. Freqüentemente, iniciamos uma obra para Deus usando a nossa boa intenção e a nossa inteligência. Achamos que isso deve agradar a Deus, não sabendo que o que vem de nós mesmos, não importa quão bom possa ser, pode não ser a vontade de Deus. Boa vontade não é necessariamente a vontade de Deus. Se realmente queremos servir ao Senhor, precisamos aprender do nosso Senhor Jesus como sendo o Servo do Senhor. Nada façamos de nós mesmos e para nós mesmos, mas sempre esperemos para conhecer a vontade de Deus e, só então, realizá-la fielmente. Uma pessoa só poderá ser útil para o serviço se estiver crucificada com Cristo. Do ponto de vista da lei, vocês também já morreram, pois são parte do corpo de Cristo. E agora pertencem a ele, que foi ressuscitado para que nós possamos viver uma vida útil no serviço de Deus. Romanos 7:4b (LH). E para concluir quero dizer que o Senhor é o Servo de Deus e Ele nos ensina o que é servir. Ele nos chama para servirmos juntos com Ele, e, que privilégio isso é. Mas, de um a coisa precisamos nos lembrar: não podemos servi-lO e nem trabalhar com Ele, até que permitamos que Ele trabalhe em nós. Que Ele nos aperfeiçoe. Ele está pronto para trabalhar, mas, primeiramente, devemos parar de trabalhar e começarmos a crer, porque se estivermos trabalhando, não permitiremos que Ele trabalhe em nós. Quando cremos nEle, Deus é capaz de operar em nós; se não cremos, então Ele não pode operar em nós. Pois foi Deus quem nos fez o que somos agora; em nossa união com Cristo Jesus, ele nos criou para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós. Efésios 2:10 (LH). Amém.

Um comentário:

CRIS disse...

PAZ AMADOS...mensagem abençoda, que DEUS os abençoe continuem falando dessa palavra viva e eficaz,tenham uma semana cheia de vitórias...abraços e fiquem na paz de CRISTO JESUS.